terça-feira, 28 de julho de 2009

O nada

o nada é tudo
ou às vezes a falta.
ou ainda a falta de.
por vezes somente o nada.
por vezes some o.
o nada. o tudo.
o tudo do nada.
um nada, do tudo.
talvez um bocado de nada,
e não tão certo um bocado de tudo.
mas sempre um tanto de nada,
mesmo que nada tenha
de um tudo.

3 comentários:

Ana Beatriz disse...

meu tudo às vezes é nada, viu...
adorei o poeminha!

beijocas

Ana Beatriz disse...

ahhhhhhhh aqui é a Mariana (macapuccino.blogspot.com)...'tou logada na conta da minha irmã no google...hehehe
:*

Fabi disse...

Um pouco de nada com uma pitada de tudo às vezes é só o que a gente precisa para fazer do nada, o nosso tudo.