quinta-feira, 23 de abril de 2009

SOME NOTION

Há dias Andy me pede voz. E eu nego. E ele pede com um jeitinho todo dele. E eu nego. E, de repente, quando menos espero, ele toma o controle e pronto, me diz tudo o que quer dizer e da forma que quer.

Ele disse que pela situação que se vê, que já aceitou estar, é a melhor coisa a se fazer. É melhor deixar as coisas num ponto onde o 'bem' é aquela coisa automática, sabe? E ele diz ficar "feliz" ao conseguir fingir, ainda. Disse que quer tentar ver até onde consegue fingir. E sim, mais uma vez ele tem razão, concordo eu. Ele já viveu e segurou tanto... a liberdade que tanto almeja ainda está bem distante... Mas se antes ele não enxergava nada, hoje é diferente: ele vê um borrão, muito distante... Bem distante mesmo, mas agora, visível. E espera conseguir ir levando, nessa sempre confusa busca.

Andy está namorando. E pelo visto está apaixonado. Sua sempre confusa busca resumia-se apenas ao fato de que se preocupava bastante com os outros, principalmente com seus pais. Sempre tivera essa preocupação.

Há uns dias Andy vem tentando contato com uma tal Ashtray Grrl, que por sua vez conhece Aninha, que por sua vez conhece Perverted. E os quatros são tão conhecidos. Resume-se, na verdade, a duas pessoas. E estas duas pessoas sabem, acreditam, têm a certeza: almas gêmeas existem e elas se encontraram há bons anos already. Almas gêmeas no sentido mais intrínseco da coisa; aquela coisa mais pura e sincera; a sintonia. Tão falada sintonia.

Post confuso... Minha mente está confusa. Minha mente é confusa. Mas, na verdade, a confusão não é de toda uma confusão. É uma coisa que pode ser confusa a olhos terceiros. Ou a olhos não dispostos a enxergar. Ou ainda a olhos desinteressados - que é o maior mal que acomete os seres humanos.

Vou indo. Ciao.

2 comentários:

Lika disse...

A Ashtray me disse uma vez que não é confusão, é multidão.
Talvez seja...
A Perverted usaria a palavra que tá na verificação para postar esse comentário: ass to that.
Acho pertinente também.
Sitna-se feliz pelos fôlegos nas mudanças de parágrafos.

Ronaldo disse...

cara seus textos são puro sentimento, me identifico demais com eles. seu blog ta de parabens.