terça-feira, 21 de abril de 2009

BE SOMEBODY

De vez em quando seria mais fácil se as pessoas tomassem conta de suas próprias vidas. Não sei o motivo de algumas perguntas que nos são feitas já se esperando uma determinada resposta - óbvia ou não. E quando ou esquivamos ou surpreendemos com respostas diferentes, sempre vem um comentário ácido do tipo 'como assim?', 'mas, por quê?' e por aí vai. Prefiro acreditar que, ao invés de mentir, quando muito, eu omito. E se eu omito é porque os motivos são maiores - e pessoais. Só queria deixar isso registrado aqui.

Sobre o post anterior, retrato-me: eu amo o cinema brasileiro.

Nenhum comentário: