quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

O CURIOSO CASO

O que vou falar hoje é incomum eu estar comentando por aqui. Não costumo dar a minha opinião com detalhes sobre filmes, livros, etc. Até mesmo porque eu considero essa coisa toda de crítica & afins uma baboseira sem tamanho. Cada um tem sua opinião, seus pontos de vistas, etc. Mas, não poderia, entretanto, deixar esse passar. Deixei de comentar sobre vários filmes ótimos que assisti, principalmente no último ano, mas, como já disse, esse não passará. The Curious Case of Benjamin Button (no Brasil, O Curioso Caso de Benjamin Button) é uma peça de arte (e me atenho apenas ao filme). Em todos os sentidos. É um filme que transpassa os alicerces de um produto feito para o entretenimento e vai muito além. O Curioso Caso nos faz pensar. Sobre como a vida é. Sobre como a vida é efêmera. Sobre como tudo é meticulosamente encaixado para fazer acontecer o que chamamos e conhecemos como realidade. O filme trata a vida, principalmente. Tenta nos fazer compreender que independente da forma que se inicia ou que se finaliza a mesma, o meio e as ações contidas neste meio são o mais importante. E claro, o amor, principalmente pela família, é essencial. Não gosto muito de "julgar" filmes, como já disse. E muito menos julgar atuação, direção, etc. Mas gostei muito do Brad Pitt, da Cate Blanchett e principalmente da Taraji P. Henson (a Queenie). Abaixo vou colocar alguns quotes do filme que, enquanto assistia, fui achando interessante.

Benjamin: I'm seven, but I know I look older...

Daisy jovem: Oh granma, read it again...
Bbenjamin: Yeah, read it again.

Cap Mike clark: ... like real hard?
Benjamin: Humm I guess.

Benjamin: It's a funny thing about coming home. Looks the same, smells the same, feels the same. [...] We realized what's changed is you.

Daisy: Sleep with me.
Benjamin: Absolutely.

Benjamin: There's no time line. Start whenever you want.

E que levante a mão quem nunca pensou nessa coisa toda de "se começar a vida pela velhice e ir rejuvenescendo enquanto envelhece".

Um comentário:

T. Berkowitz disse...

Eu pirei quando vi o trailler... pra dizer a verdade vi o trailler desse filme várias vezes, e ainda não assisti.
Quero muito mesmo assistir, e sinto que vai fazer parte dos meus filmes favoritos... sinto. já pelo trailler deu pra sentir. sério.

Falando nisso, quando fui no cinema passei na livraria também (como sempre ahusha) e vi que tem o livro pra vender!! Eu não sabia disso! Achei o máximo, é como se fosse em quadrinhos.... acho que que compro.
Voce já tinha visto?
http://www.siciliano.com.br/produto/produto.dll/detalhe?pro_id=2619196&ID=C92BBE227D90207042D241189&FIL_ID=102

"E que levante a mão quem nunca pensou nessa coisa toda de 'se começar a vida pela velhice e ir rejuvenescendo enquanto envelhece'."
pois é.