quarta-feira, 13 de agosto de 2008

MOONAGE DAYDREAM

São Paulo, 21 de outubro de 2008.

Era estranho. Ele estava em um local que já estivera outrora. Porém, estava perdido. Estava procurando por pontos de referência, rostos conhecidos. Mas, não encontraria jamais. No aeroporto o desespero o acometeu. Após um pequeno surto, felizmente, lembrou-se de uma grande pessoa de sua vida. Não hesitou: fez a ligação.
- Onde você está?
- Sai da sala pra atender o telefone, porque?
- Eu tô em São Paulo e tô completamente perdido. Me busca?
Longos cinqüenta e três minutos separariam aquele que seria o reencontro de dois corpos que não mais se tocaram. E estavam fadados a provavelmente não se tocarem mais. Um abraço, dois, quinze minutos, beijos, um carinho, dois carinhos, um sentimento. Uma felicidade mútua e integrada. Ele finalmente estava prestes a conhecer a mãe desta pessoa, uma das situações mais esperadas assim por ele. Entraram num carro, andaram pela cidade. Tomaram café, fumaram alguns cigarros. Comeram algum lanche e enfim chegaram a Campinas, numa agora, não tão "demorada" viagem (afinal, o tempo é super relativo). No banco traseiro estavam acompanhados por Clarice Lispector e Guimarães Rosa. Não conseguiam entender para onde os dois foram ao final da viagem, mas provavelmente fizeram algum tipo de união e estavam por aí se divertindo, conhecendo cores e palavras. Depois de um restante de tarde em casa, conhecendo pessoas que por tanto tempo conhecera meramente por nomes, eles partiram novamente ao encontro de um L que completaria um ciclo de 3. E os três Ls ficaram muito bem, obrigado.

Um sonho, um ganho. Um nós.

3 comentários:

starf***er disse...

Preciso falar que comecei a sorrir logo no título?

Esperarei a ligação, o café, os cigarros, embora esteja tentando parar.

Até dispensarei Clarice e Guimarães... sabe da minha falta de capacidade para dar atenção à várias pessoas ao mesmo tempo. Quando muito o Bowie podia acompanhar, mas bem de fundo.

por muito tempo 3L foram sonho, mesmo sem ser propriamente sonhado.
sonho em vias de concretização.

beijos, abraços, carinhos.

L

T. Berkowitz disse...

Já li esse texto um tempo atrás!
Amo. Esses três Ls ... cade tudo?
>.< Voltei com o blog. Em um dia não muito bom.

Enfim, voltei.
Te amo!

Anna Luiza Wagner disse...

me fez sorir e esquecer o que me espera.

também quero me sentir assim.
chega de outras coisas pra mim.


ah, como eu gosto de passar por aqui.
:}
beso