sábado, 23 de agosto de 2008

BETWEEN HORNS AND HALOS

Hoje assisti Bleu, da Trilogia das Cores e Thirteen. Depois de tomar um banho, notei que Andy deixara hoje um pedaço de papel pra mim com um recado. Com a devida permissão, estou postando:
"Hoje tô num daqueles dias onde questiono tudo. Questiono se tenho sido uma boa pessoa, se tenho sido um bom filho. Um bom irmão. Sei que um não seria o que responderia a todas essas minhas dúvidas. Em dias como hoje me sinto meio vazio, não entendo bem o motivo. Acho que apenas canso de fingir, sabe? Mas, nem sei o que dizer ou fazer pra melhorar. Eu só sei que me sinto muito estranho. Me atenho a mim, a pequenas metáforas que enxergo. Eu tô tentando largar o cigarro, tô tentando ser eu mesmo, inclusive pra mim. Eu apenas tenho este pensamento em mente, que fica martelando, martelando, martelando. Prefiro que decepcionem com o que sou do que fiquem se iludindo com o meu fingimento. E quando me refiro a esse fingimento, é quanto a tudo. Fingir que a felicidade existe nas pequenas coisas, que o dinheiro não traz nenhum momento verdadeiro, que a distância é algo com que se pode conviver, que a saudade é algo lidável. Que todos os momentos que perco agora serão recuperados mais tarde. Enfim, uma total desordem. Um misto de devaneios, uma mistura de insanidade e os verdadeiros anseios."

Um comentário:

mariana disse...

andy, tira a máscara! eu tô precisando... :/