quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

MAIS UM

PEDE-SE
Pedinte. Do teu amor. De tua alma. Do teu mais intrínseco e puro ser. Do teu eu, que na verdade seria nosso. Essencialmente terreno. Essencialmente celeste. Sim, peço somente tua alma. Não que seja pequeno pedido, nem que seja de pequeno tamanho satisfazê-lo, mas, gostaria mesmo que pensasses. Prometo simples e verdadeiro amor. Diria recíproco, se eu tivesse a certeza por sua parte. Quero-te há tempo. Quero-te para mim. Sei que há varias vidas nos procuramos. Falo de vidas de experiências. De buscas. Busca incansável. Sugigante desejo e ânsia por unir-nos. Um só. Ou dois só. Ou dois sós. Não me importa. Peço que não rejeites ao menos o pensar a meu pedido. Quero que coloques em questão tudo o que fomos. Somos. E temos potencial para ser. Pareço um tanto quanto apelativo. Frenético. Demasiadamente insistente. Tenho certeza de que agirias assim se visses o brilho que enxergo daqui. Virias comigo no mesmo instante. Olho e vejo. Vejo-nos. Vejo tudo que foi. E consigo ver tudo o que será. Não são falsas promessas. Não há falsidade. É tudo da mais brutal pureza. Da pureza que jamais experimentaras. De pureza que anseias. Sim, pura. Aguarda-nos. Eu, tu. Sim, basta somente tua palavra. Deve estar sentindo uma pressão enorme ao ler estas linhas. Imagina-me ao escrevê-las! Consegues se colocar ao meu lugar? Espero não soar prepotente, pretensioso e muito menos vago. Ah, o vazio. Tento ao máximo deixar tudo escancarado. Confesso que realmente agi por vezes numa inexatidão imensurável, até descabida. Mas, agora mudei. Eu acredito que sim. E consigo enxergar que sim. E eu te quero. Muito. Quero-te pra todo o sempre, mesmo ele não existindo. Mesmo o pra sempre, sempre acabando. Eu, sendo teu. Teu. E, além do mundo, de mais ninguém. Pertencente somente a vocês. Nós nos doando ao mundo e o mundo nos devolvendo de volta a expectante e impactante vida. Simples assim. Aceite. Espero-te, o tempo que for. O tempo passará, mas eu estarei aqui, remediadamente te querendo, sendo teu. Independente de resposta. Apenas.

2 comentários:

Gaby disse...

é tão puro q dá até medo de sentir, é tão frágil q dá até medo de tocar.... As palavras tornam-se poucas e pequenas qdo o assunto é sentimento. D++++++++++. Bjux! fã-prima ou prima-fã.

starf***er disse...
Este comentário foi removido pelo autor.